Agências da ONU alertam para impactos da corrupção no desenvolvimento dos países

No Dia Internacional contra a Corrupção, lembrado no sábado (9), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) fizeram um apelo para que as pessoas em todo o mundo se unissem a uma campanha global de conscientização e combate a esse crime.

Todos os anos, US$ 1 trilhão é pago em subornos e cerca de US$ 2.6 trilhões são roubados anualmente devido a atos de corrupção, segundo o UNODC. Foto: USP Imagens/Marcos Santos

No Dia Internacional contra a Corrupção, lembrado no sábado (9), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) fizeram um apelo para que pessoas do mundo todo se unissem a uma campanha global de conscientização e combate a esse crime.

Todos os anos, 1 trilhão de dólares é pago em subornos e cerca de 2,6 trilhões de dólares são roubados em atos de corrupção, o que representa mais de 5% do PIB mundial.

A esse respeito, o slogan da campanha “Unidos contra a corrupção, para o desenvolvimento, a paz e a segurança” incentiva os governos, o setor privado e o público em geral a abordar conjuntamente essa questão.

Ao desenhar uma imagem sombria da situação, o diretor-executivo do UNODC, Yury Fedotov, afirmou: “a corrupção tem um impacto catastrófico nas sociedades, ela nega acesso de pessoas vulneráveis à infraestrutura e as condenam a viver em desigualdade”.

Ao observar que o crime acompanhou sucessivas gerações que abrange um número incontável de pessoas, Fedotov disse que “para que as pessoas sejam retiradas da pobreza e o crescimento econômico seja promovido, o mundo deve permanecer unido contra a corrupção”.

No entanto, alcançar esse objetivo requer o uso decidido de ferramentas mais adequadas: a adoção universal e a plena implementação da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção.

No total, 183 Estados fazem parte dessa convenção. Ao enfatizar a necessidade de novos avanços nessa área, Fedotov afirmou que as parcerias anticorrupção estabelecidas com o setor privado, com a sociedade civil e com o setor acadêmico podem garantir que todos permaneçam unidos pelo fim desse crime.

A luta contra a corrupção é parte da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Ela clama por reduções substanciais da corrupção, como parte dos esforços para construir sociedades pacíficas e inclusivas no âmbito do Objetivo 16.

As atividades que marcam o dia estão sendo realizadas por escritórios de campo do UNODC, organizações da sociedade civil, governos e indivíduos para aumentar a conscientização sobre o tema.

Os eventos que se concentram nos esforços anticorrupção vão desde reuniões com a imprensa a comemorações, como parte de um alcance público mais amplo.

Fonte: ONU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s