A fake news da “deforma” da previdência

Por Ângelo Cavalcante

WhatsApp Image 2017-12-20 at 22.26.18

Como que buscando alguma santificação, Temer, tal qual um anjo decaído, anuncia com rosto cândido e tomado pelo mais profundo sentimento de respeito, consideração e amor ao povo brasileiro: “a reforma é para que as próximas gerações consigam se aposentar”.

É performático, teatral, dramático! Sacoleja as mãos como que querendo alçar algum voo; olha com profundidade, gesticula, tenta fazer comparações, surfa em abstrações ao estilo: “em prol do desenvolvimento do Brasil”, “é política de futuro”, “é sacrifício momentâneo”, “superamos a crise e seguiremos avançando”. Um parlapatão completo! Na verdade, duvido que alguém com o mínimo de bom senso consiga ouvir este sujeito por miúdos cinco minutos!

Deste modo é preciso que se diga que toda a propaganda de guerra conduzida pelo governo em favor da destruição da previdência pública é ‘fake news’; é notícia falsa, politizada à direita e em integral favor dos patrões, dos grandes capitais e que visa, enfim, (des) orientar opiniões, percepções e decisões.

A última estrategia é inflar as redes sociais com depoimentos idôneos de pessoas sérias e de reconhecimento público pela competência, honestidade e integridade. Gente ao estilo de Roberto Justus, João Dória, Moreira Franco, Elizeu Padilha e Kim Kataguiri.

Mas é impressionante! Não sai nada com nada! É amontoado argumentativo assentado em um oficialismo rasteiro, misturado com apelos que gravitam entre o emocional e o catastrofismo; mais um arremedo de patriotismo de quinta categoria e que admite de um tudo, desde um golpe de Estado, mais o consequente desmonte das empresas e serviços públicos nacionais; só não tocam no tema das gordas e providenciais isenções e financiamentos que o governo concede aos montes para grandes empresas; em reforma tributária e fiscal justa, esta sim, condição para maior e melhor viabilização da previdência social; que vá direto no consumo suntuoso dos ricões do bananão.

Por sinal, está disponível um pedagógico trabalho desenvolvido pelo senador Paulo Paim (PT-RS) e equipe denominado “CPI da Previdência – Ousadia & Verdade”. Trata-se de cartilha muito bem desenvolvida em vinte e cinco páginas; com dados fidedignos, atuais e conferidos que nos mostra com enorme clareza que, por fim, a previdência é superavitária, promissora e fundamental. A razão de sua força? Sua abrangência, seus beneficiários, sua extensão e profundidade e a economia social que produz em todo o país.

Ângelo Cavalcante – Economista, professor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), campus Itumbiara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s