Expedição Niterói-Santos ultrapassa a metade do itinerário e segue para Ubatuba (SP)

Remadores cruzaram 225km e estão na praia de Promirim, em Ubatuba (SP). Eles avançam para outra parte da cidade nesta terça-feira, dia 2. Na quarta-feira, dia 3, seguem para a Ilha do Tamanduá, em Caraguatatuba. Previsão da conclusão é no dia 8, em Santos. Eles vão passar também por São Sebastião, Ilha Bela e Guarujá

A Expedição Anamauê, a maior de canoa havaiana/polinésia do país, ultrapassou sua metade com cerca de 225 km percorridos e ruma para a parte final no estado de São Paulo, dando sequência nesta terça-feira, dia 2, após o descanso deste primeiro dia de 2018. Os seis remadores de Niterói (RJ), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Santos (SP) e Ubatuba (SP) estão na praia do Promirim, em Ubatuba (SP) e a chegada em Santos (SP) está prevista para o dia 8.

Os remadores saíram no dia 27 da praia de Icaraí, em Niterói (RJ), do Icarahy Canoa Clube, passaram pelo Rio de Janeiro, com parada em Guaratiba. Seguiram pela Marambaia para Ilha Grande, no litoral Sul Fluminense, no município de Angra dos Reis (RJ), onde realizaram duas paradas. Em seguida, ficaram na praia de Martins de Sá, em Paraty (RJ), e chegaram no fim da tarde do dia 31 em Promirim, em Ubatuba (SP), após enfrentarem um temporal e, logo após, se encantarem com um lindo arco-íris. A travessia de canoa polinésia (similar à canoa havaiana) é a maior do país com 432 km de distância.

“Pegamos tempo ruim com mar bem difícil cruzando o canal de Ilha Grande até Martins de Sá. Foi bem desgastante física e mentalmente, mas conseguimos cruzar bem. A remada até Promirim foi a mais bonita até aqui, primeira vez com condições favoráveis apesar de uma tempestade. Por falta de visibilidade, precisamos fazer uma parada quase chegando em Ubatuba. Ficamos abrigados, esperando passar, e depois entramos na água com um arco-íris alucinante. Foram 45 km. Chegamos no fim do dia, o dia que chegamos mais cansados, mas fizemos reposição de alimentos e hoje descansamos bem, zerados para seguir a jornada”, apontou Douglas Moura, de Niterói (RJ).

Lucas Miom, do clube Ubatuba Hoe, destacou o desafio na parte final. Eles seguem nesta terça-feira para a praia do Flamenguinho, também no município de Ubatuba (SP) e seguem no dia 3, quarta-feira, para Caraguatatuba (SP), na ilha do Tamanduá.

“Nosso maior desafio a partir de agora será o sol. A previsão mostra tempo bem aberto. Sol desgasta muito, desidrata, então serão remadas menos pesadas a partir de agora”, apontou.

A expedição Anamauê, que tem o apoio da marca de suplementos Bearco Sports Progenes,é realizada em uma embarcação V6 para seis atletas.

A Expedição é composta pelo atleta de Niterói (RJ) do Icarahy Canoa Clube, Douglas Moura, pelo santista José Paulo, do Clube Caiçara, de Santos (SP), Lucas Mion, líder do Ubatuba Hoe, em Ubatuba (SP), Francisco Viniegreróia, do clube de Praia Vermelha, do Rio de Janeiro, Ubajara Iakowsky, de São Paulo, e o santista Caio Guerra, todos com grande experiênca em provas de longas distâncias e travessias. Os remadores planejaram o trajeto há quatro meses.

A equipe da Expedição Anamauê ainda busca mais patrocinadores e apoiadores para ajuda nos custos e segue ao longo do percurso fazendo uma vaquinha pela internet através do link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/expedicao-anamaue-rio-santos

Reveja as matérias das etapas anteriores:

Preparativos

Fim da 1ª etapa

Fonte: Gallas Press

2 comentários em “Expedição Niterói-Santos ultrapassa a metade do itinerário e segue para Ubatuba (SP)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s