BC divulga carta aberta para explicar taxa de inflação menor: oferta de alimentos aumentou

A inflação oficial, medida pelo IPCA, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, fechou o ano de 2017 em 2,95%. Ou seja, 0,05 ponto percentual abaixo do piso da meta fixada pelo governo, que era de 3%.

Quando a inflação fecha o ano acima ou abaixo da meta, o Banco Central explica os motivos do resultado, em uma carta aberta, que foi divulgada agora à tarde. A autoridade monetária avaliou que “a queda da inflação elevou o poder de compra da população e, juntamente com outros fatores, propiciou a retomada do consumo e da atividade econômica”. Disse que o Banco Central preferiu não interferir na trajetória de preços, porque não estavam muito distantes da meta.

De acordo com o Banco Central, a inflação ficou abaixo da meta devido ao preço dos alimentos, que reduziram 4,85%. O motivo foi a queda de preços à grande quantidade de oferta, com os recordes de produção agrícola. É a maior deflação desde que o IPCA começou a ser medido, em 1989. Esse setor é importante porque, a cada R$ 4 que uma família gasta, pelo menos R$ 1 é com alimentação.

Tanto que, se fosse excluído do cálculo do IPCA, em vez de fechar o ano em 2,95%, a inflação ficaria em 4,54%, pouco acima do centro da meta, que era de 4,5%. Para este ano, a expectativa do mercado é de alta da inflação, que deve fechar o primeiro trimestre em 3,2%.

Fonte: EBC – jornalista Victor Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s