PRF esclarece sobre novos radares da Ponte Rio-Niterói

Esta semana, circulou pelas redes sociais informação de que os novos radares da Ponte Rio-Niterói teriam potencial para calcular a média de velocidade dos veículos que atravessam a via. A Polícia Rodoviária Federal lançou nota esclarecendo como funcionam, na verdade, os radares. Confira a íntegra da nota:

Radares Ponte Rio-Niterói
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informa que os radares fixos da Ponte Rio-Niterói (BR-101) funcionam com tecnologia de medição à laser, com marcação da velocidade instantânea no momento da medição pelo aparelho.
Serão autuados os motoristas que ultrapassarem a velocidade máxima de 80 km por hora.
Não há previsão na legislação brasileira da autuação por excesso de velocidade baseado em velocidade média de veículo em trecho específico e, assim, os referidos radares não fazem autuações baseadas em velocidade média.
A PRF ressalta a importância do observância da velocidade máxima estabelecida para o trecho para a prevenção de acidentes, pois estas foram estabelecidas baseadas em estudos de fluxo de veículos e dinâmicas de deslocamento e frenagem.
POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
Núcleo de Comunicação Social – RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s