Eliana Pittman canta seus sucessos e conta suas histórias

A cantora relembra seus hits musicais e suas experiências de quase 60 anos de carreira

1A0A7294

Calma! Ela voltou. Depois do estrondoso sucesso de agosto do ano passado, quando a cantora Eliana Pittman superlotou a Sala Municipal Baden Powell, em Copacabana, a artista volta ao mesmo teatro para uma única apresentação, no dia 07 de março.

Prepare-se! Acompanhada dos músicos Jimmy Santa Cruz (baixo), Sergio Pinheiro (ao piano) e Victor Bertrani (na bateria), Eliana Pittman, além de contar muitas histórias sobre seus quase 60 anos de carreira artística, cantará seus maiores sucessos, como “O Samba da Minha Terra” (Dorival Caymmi), “Juízo Final” (Nelson Cavaquinho), “Alvorada” (Cartola), “Canto das Três Raças” (Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte), sucessos estrangeiros como “It’s Wonderful” (Ella Fitzgerald) , “Unforgettable” (Nat King Cole), “All of Me” (John Legend), clássicos da Bossa Nova de Tom Jobim, Vinícius de Moraes e João Gilberto, como “O Barquinho”, “Este Seu Olhar”, “Manhã de Carnaval” e “Chega de Saudade”. Apresenta ainda canções do repertório de Rita Lee, Benito di Paula, Wando e homenageia a cantora Whitney Houston.

eliana 25

Memórias de quase 60 anos de carreira

A cantora Eliana Pittman foi a única artista brasileira que se apresentou, com destaque, nos shows de Jerry Lewis, o comediante norte-americano que morreu em agosto de 2017.  Isso ocorreu na década de 70 e Eliana cantou duas músicas no espetáculo beneficente que Jerry Lewis costumava organizar, uma vez por ano, para o Telethon. Apresentada por Lewis como a melhor performer da América Latina, com três discos de ouro, Eliana cantou “Ponteio”, de Edu Lobo, e “What about today?”, sucesso da Barbra Streisand.

eliana 1

Pittman, que teve três dias de convivência com Jerry Lewis durante os ensaios, comenta: “Ele era incrível, muito engraçado. Na mesa com a gente, invertia a abertura dos saleiros e quando a gente ia se servir, o sal esparramava”. A cantora também foi pega de surpresa com a intervenção de Lewis enquanto ela cantava. “Ele apareceu tocando trompete e nada disso estava combinado”. Eliana contará essas e muitas outras boas histórias durante a apresentação.

1A0A7158

Enteada do clarinetista de jazz Booker Pittman, muito respeitado nos EUA, que a considerava como filha, Eliana apresentará, neste novo show, um repertório eclético como sua carreira e promete cantar a música mais pedida e mais aplaudida em todos os seus shows, por todas as plateias: “New York, New York”, canção que foi sucesso na voz de Frank Sinatra,

Não dá pra perder…

eliana 8

SERVIÇO:

Apresentação única: 07 de março/2018.

Horário: quarta-feira, às 19h

Ingressos: R$50,00 (inteira) e R$25,00 ( estudantes e idosos a partir dos 60 anos)

Duração: 60 minutos;

Classificação indicativa: Livre

Local: Sala Municipal Baden Powell

Capacidade: 469 lugares

Endereço: Avenida Nossa Senhora de Copacabana, n°360 – Copacabana

Gênero: Show Musical.

 

Colaboração: Cláudia Tisato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s